sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Manjacazian soup para o dia dos namorados


Amigos é já amanhã o dia dos namorados, e em especial aos homens gostaria de deixar aqui uma sugestão. Como calha sábado nada melhor que surpreender a sua "colega de quarto "e acrescentar ao seu roteiro de sedução a "manjacazian soup", gentilmente cedida pelo nosso amigo Julio Mutisse, alias este homem já nos mostrou ser polivalente, para além de jurista, estilista, cronista hoje apresentamos mais uma faceta, a de culinarista.

Vejam :

A Receita (Para 6 pessoas)

- 250 g de carne (Ossos com alguma carne podem servir)

- 6 batatas médias
- Couve
- 2 cenouras - médias
- Massa cotovelo
-Um pacote de soupa instantanea Knorr (Mixed Vegetables)
-3l de água
-sal qb

Modo de preparar

Ponha a cozer a carne e batata (20 minutos).
Quando a batata estiver cozida, retire-a e esmague a parte fazendo uma massa compacta.
Re-adicione a batata à carne mexendo permanentemente por 5 minutos (para evitar coágulos)
Depois adicione as cenouras cortadas às rodelas e deixe ferver por mais 5 minutos
Dilua o pacote de soupa instantanea em mais 1 l de água e adicione à panela e mexa durante 2 min.
Adicione a massa e deixe cozer 5 min adicionando em seguida a couve deixando a panela ao lume por mais 10 minutos.
Já está, um Manjar dos Deuses...



7 comentários:

Avid disse...

Yndo

Fica a receita registada para ajudar na ressaca de domingo.

Amanha “moi” vai xillar com um bando (4) amigas solitárias, com direito a cinema, jantar, maningue Vodka e dançar até o pé doer... ai ai...ando tão carente.... bem que podiam fazer a sopitxa e convidarem-me p jantar...

Bon Apetit e claro para não mostrar que sou egoista, invejosa e mal humorada: FELIZ SAO VALENTIM p todos que por aqui passam.

Bjs meus

X!mb!t@nE disse...

Poxa, essa receita parece daquelas que acorda um morto. Bem que estou a precisar (ressaca de gripe). Quem a pode preparar para mim?

PS: Bom Valentim para os namorados

Matsinhe disse...

Hei companheiros!!!! Esta Soupa, ao contrário de muitas que conheço, NÃO SE TOMA; COME-SE.

Mas que é gostosa, lá isso é, já foi nossa salvação nas ressacas e... quando viviamos numa casa de homens (é que o Júlio usa panelões mesmo que seja só para ele, dava sempre para almoço, jantar e almoço hehehehe)

Nyabetse, Tatinguwaku disse...

Adoro essa sopa! Com uns ossos bem gordinhos!
Mas näo vou fazer amanhã. O meu truque do dia 14 eh dormir mais, e acordar e ficar a ver tv, como se estivesse sozinha em casa... fingir que nao sei onde fica a cozinha e tudo o mais, para ver se recebo atencao especial.

Bom S. Valentin para todos!

sabores disse...

Os angolanos que são os melhores divulgadores da sua cozinha, combatem a babalaze com uma sopa que dá pelo nome de Muzongué. Óleo de dendém,batata-doce, mandioca e farinha-de-pau são os ingredientes principais.
Quanto ao caldo de carne, na versão do chefe Muthisse, não vou dar palpites . No entanto, permito-me recomendar que os homens surpreendam as suas companheiras pois, além do mais, trata-se de uma receita experimentada e não livresca.
Quanto ao S. Valentim, com quem nunca me cruzei, acho que sim é um bom pretexto para as mulheres colherem dividendos, bem merecidos. Todo o mundo sabe que o consumismo está na raiz da divulgação desta data mas… como não são apenas os comerciantes a beneficiar com isso…
Bom apetite e divirtam-se

Júlio Mutisse disse...

Avid, o seu plano é interessante. Tenho um bando (4) amigos solitários que querem txilar também, veja-la se a seta do cupido não vos atinge por aí (a propósito onde vão txilar? rsss). Quanto a soupa... hehehe pode ajudar e... alimenta. Fica mais saborosa com uma couve que me foge o nome mas que não é esta norma...

Xim, experimente. Se me pedires preparo um desses dias, peço uma tigela à dona da minha casa e te faço chegar...

Matsinhe, FOFOQUEIRO.

Nyabetse, estou a estudar truques de a tornar mais saborosa. Hehehe.

Sabores... essa de Angola é interessante.

BFS a todos. Amem-se MUITO, lembrem-se que s... é um desporto nice quando praticado em segurança.

Daniel Costa disse...

Curioso, mas nem um ovo tenho jeito para estrelar, mas interessa-me muito por culinária.
Tenho pensado, se será por a refeição ser, para mim, como um ritual.
Daniel