terça-feira, 24 de março de 2009

Caixa de Pandora


Micro, pequenas, médias, grandes, enormes, assim se podem caracterizar as bolsas da mulher, servindo cada uma para uma ocasião especial: casamento, cocktail, festa, disco, cursinho, escola/faculdade, trabalho, viagem (curta, média, longa duração), ida ao hospital, volta ao mercado ou ao shopping, ida à esquina ou a praia, até para um simples passeio.

Variedade de cores, vários formatos, bolsos, compartimentos predefinidos e tantos outros secretos, acabamentos e apliques são os itens que se tem em conta na aquisição de uma bolsa estando neste momento, no topo da moda, as bolsas “espaçosas” ou grandes, que fazem as vasikate sentirem-se modernas e com o lar-fora-do-lar.

A bolsa da mulher é, cá entre nós e para muitas de nós, a “carteira”, um acessório que equipado à nossa vontade e/ou capacidade faz-nos sentir prontas para enfrentar as vicissitudes do dia-a-dia com relativa tranquilidade, ou assim pensamos pois, nela transportamos o que supostamente nos vai ser útil em algum momento.

A função da bolsa é guardar objectos e permitir transportá-los e, as nossas carteiras, carregam tanta coisa, que, reconheçamos, muitas são inúteis. Estudos indicam que este arsenal de pequenos “quês”, que tornam a nossa vida prática e que facilitam a resolução de problemas, em doses exageradas podem comprometer a saúde.

Assim, documentos, cartões (de banco, de visita, de marcação de consultas), dinheiro, canetas, chaves, celular, pente, óculos, agenda, caderno de notas, estojo de maquilhagem, desodorizante, perfume, calcinha, capulana, absorvente, adesivo, agulha e linha, lencinhos de papel, lenço lima, tesourinha, analgésicos, alfinete, são trasnportados.

Por exemplo, se nos é anunciada a morte de alguém não precisamos voltar à casa para apenas levar uma capulana! Mas, não raras vezes nos deixam em situações constrangedoras: haja destreza para achar achar o télélé que toca e, no meio de tanta coisa, temos que despejar todo o seu conteúdo e expôr os segredos da nossa caixa de Pandora.

Algo que muitos não compreendem, algumas de nós incluídas, que andamos dum lado para de carteira no ombro, à tiracolo, na mão, nas costas ou embaixo do sovaco, quando vemos a ginástica que é procurar um objecto na carteira, é que, para além da sua função principal, a carteira é um acessório psicológico.

Está é a razão pela qual raramente as mulheres deixam alguém “pesquisar” suas carteiras e muitos homens, excepto os que o fazem sorrateiramente ou com permissão temporária, evitam bancar o Indiana Jones para achar algo tão insignificante quanto uma simples moeda nesse enorme buraco negro.

O mais engraçado, é que para a dona da carteira, tudo o que é guardado, é importante, o que as stressa quando devem usar uma bolsa menor. Tudo porque é relativo a própria figura da mulher: primeiro a sua identidade pessoal (os documentos), a questão financeira (cartões de banco, dinheiro vivo) e a integridade física (chave, canivete, spray anti-...).

Na bolsa, também há marcas da preocupação da proprietária para com a higiene (lenços, penso higiénico), o sexo seguro e consciente (preservativos, anticonceptivos), a gestão do dia-a-dia laboral ou familiar (agenda, bloco de notas), a aparência fisica (baton, pente, perfume, brincos) e os sentimentos (fotos, bilhetes, pequenos objectos).

São facultativos, mas não menos importantes, a preocupação com a alimentação saúdavel fome (bolachas diet ou light, barrinha de cereais, fruta), a proteção do corpo (guarda-chuva, cachecol, camisola e a capulana), a religião (amuletos), a auto-afirmação (cigarros, isqueiro), o lazer (romance) e o trabalho (documentos, livros), ...

Adenda:

Vasikate, sejam corajosas, percam 5 minutos do vosso tempo, despejem o conteúdo da vossa carteira e façam um inventário rápido: o que tem na bolsa? O é inútil? E imprescindível? Escandaloso, não é?! Vavanas (homens), peçam as vasikate lá em casa para fazerem o mesmo exercicio.

Bolsa daqui

18 comentários:

Júlio Mutisse disse...

"haja destreza para achar achar o télélé que toca e, no meio de tanta coisa" Essa é parte mais irritante dessas malas que carregam para todo o lado...

Bayano Valy disse...

eish... como advinhaste? não sei se é obcesão ou apenas curiosidade, mas eu quero saber o que as mulheres carregam de tão precioso nas suas bolsas já há séculos. até aqui tenho resistido vasculhar as bolas das maninhas que de quando em vez vêem passar uma noite lá em casa. é que quero evitar o embaraço de ter que explicar que estou apenas a fazer um estudo meu. mas abriste-me uma pequena janela para poder ver o que existe no mundo feminino. uma questão: como é que os vavanas irão convencer as suas vasikate a despejar os conteúdos das bolsas? é coisa que elas aceitem? será que as muulheres em todo o mundo carregam quase os mesmos objectos nas suas bolsas ou cada cabeça é um mundo, como diz mia couto? não entendi porquê carregam sprays e canivetes quando lhes é difícil achar o celular que toca e vibra. falando em vibrar, dos objectos do sexo também carregam vibradores?
valeu xim

Nyabetse, Tatinguwaku disse...

As bolsas... Eu tenho obcessão por bolsas de couro, de preferencia castanhas mesmo. Mas também as tenho pretas, brancas, amarela, de palha, cor de laranja, etc, etc. E evito ir a lojas de bolsas. Elas é que se colam a mim, rsrs!

Mas Xim, indo ao teu desafio, acede sem makas, e vou escrevendo o conteúdo da minha bolsa do dia a dia, à medida que vou tirando. Vavana, encontrei:

- o meu caderno de notas: aqui escrevo tudo, desde notas de reunioes, a recados artigos e poemas. Tudo.
- o livro que estou a ler, Joao Paulo Borges Coelho
- a mini agenda, reunioes nsté!
- o porta-documentos com cartões de banco, de transporte, de consultas do dentista, de consultas do ginecologista, de consultas da minha pequena, cartões de visita meus e dados, umas parcas notas de dinheiro e uns recibos.
- o meu passaporte (sabe-se la oque fazia lá)
- moedas espalhadas
- dois puxinhos para o cabelo meus
- a escova de cabelo da criança
- um puxinho de cabelo da mesma
- Um pessego esquecido
- um pacote de pastilhas elásticas
- um mini pacote de mentas
- um creme para a cara
- um par de luvas
- uma luva sem par
- dois adesivos
- uma colher de plástico, da crianca
- o ipod c fones
- o telelé (ele fica num bolso específico)
- muitos recibos, alguns do ano passado
- um livreto sobre "o funcionário publico"
- 1 post it
- 1 lápiz labial
- 1 bloco de codigos de acesso ao netbank
- 1 ligadura elástica
- pacote de lencinhos de papel
- pacote de toalhas femininas
- o meu cartao de acesso ao servico
- o meu set de chaves, também num lugar pre-determinado.
- um frasco de antibióticos (estava a tomá-los na semana passada)
- moedas, benditas moedas
- um par de brincos
- 1 frasco de perfume.

Pronto, já devem ter uma ideia. E me considero uma mulher simples, hahahaha!

Beijocas :)

Júlio Mutisse disse...

Vakite, tudo isso? Já imagino o conteúdo da mala da minha mulher (a julgar que temos duas filhas e o ZELO para com elas) nessa posso acrescentar:
- + 1 colher (daquelas metálicas mesmo)
- 2 pratos (para que serviriam as colheres sem estes, e na bolsa cabe isso tb)
- 1 capulana
- 2 mukumes
- charopes (1 p tosse normal, outros para os asmáticos da família - que somos todos nós)
-antibióticos (ninguém os está a tomar mas, quem sabe se não os precisará)
- 3 goros (o meu, e os das meninas)
- o 3º molho de chaves (vá lá eu perder o molho de chaves do carro estando em Manjacaze enquanto o 2º está em Maputo);
- o molho de chaves de casa
- o molho de chaves do escritório dela

Uff junte isso a lista acima mais o telele no mesmo sítio, e eu a ligar mesmo que seja para dizer: oi amor e ela ali a sacudir a MALA a procura do pobre do telelé que ela insiste que deve ser pequeno (deve ser a única coisa que as mulheres aceitam pequeno) e imaginem o resultado final: a minha zanga.

Meninas, o que são "toalhas femininas"?

-

Yndongah disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Yndongah disse...

Puxa Nyabe,
Qual é o tamanho da tua bolsa? Já começo a perceber o Júlio quando ao invés de bolsa chama MALA.
Eu não sei e chamaria bolsa o que uso, gosto daquelas de pano (tipo saco mesmo), com a alça bem longa ou aquelas bem pequenas que só cabe a carteira de documentos e telelé, também com alça longa. Agora vamos ao inventário:
Dentro da minha bolsa levo uma carteira, onde guardo os meus documentos, cartões de visita e do banco, alguns recibos e a lista dos hospitais do plano de saúde. Tem mais uma “bolsinha” sem alça nenhuma, um “necessarie” que leva alguns produtos cosméticos:

5 hidratantes para os lábios (Lips):
1 muito oleoso sem cor,
1 não oleoso com cor
1 aromático, também oleoso
1 oleoso e com cor
1 protector para os lábios

2 lápis para os olhos:
1 com duas pontas (uma preta e outra castanha)
1 todo ele castanho

1 caneta,
1corta unhas,
1 creme para o rosto,mãos etc,
1 creme para os olhos,
1 esponja para limpar rosto,
1 pó
1 pente

E já na bolsa levo 2 telelés (um para cada operadora), um ipod, uma agenda, uma toalhinha pa limpar o rosto(é k traspiro muito), um frasco de comprimidos efevescentes( pa minha sinusie), 1 penso higiénico( pa prevenir as surpresas) dois dicionários de bolso (1 de lingua portuguesa e outro de inglês-português) e um pocote de lenços de papel.

Bem Nyabe, retiro a minha primeira pergunta, a minha lista também é longa, e tal como tú me acho uma pessoa muito simples, mas reparem é tudo muito pequenino nem ocupa tanto espaço assim rsrs.

X!mb!t@nE disse...

Rssss, so isso Mutisse? Tem piedade da classe feminina!

X!mb!t@nE disse...

Pois, Bayano, gostaria de ter as respostas das questoes aue colocas. A minha ideia, ao lancar o repto aos as era no sentido de fazer perceber as vasikate que so estao a dar cabo do esqueleto.

Pessoalmente, ando com coisa pouca e excluo vibradores, na minha caixa de pandora

X!mb!t@nE disse...

kakakakak, fala serio, Nyabe!!! Isso tudo eh importante? Eu nem metade disso carrego comigo!

X!mb!t@nE disse...

Eix, matas-me de rir Mutisse, mas isso sao apenas conjuncturasnao eh? faz o favor de verificar essa lista... acredito que ainda faltam outros itens.

Toalhas femininas? Rapaz, so podem ser para a higiene intima, a gente nao pode so "sacudir" e "calcinhar"!

PS: Tenho a impressao de que ate os teleles comecam a crescer na mente da mulherada, eu incluida

X!mb!t@nE disse...

Tu tambem, Yndoh. Vou rever a minha bolsa!

Bayano Valy disse...

nyabetse,
porquê o pêssego? não esteve ele já podre e emaciado? era um daqueles secos?
júlio,
um pouquinho de discrição, né (hehehe)? acho que a xim já te respondeu.
até aqui apenas duas voluntárias. noto que não há camisinhas incluidas no inventário. porquê será? ainda bem que não há vibradores. iria ficar preocupado.

Bayano Valy disse...

vasikate, há um debate neste link http://ideiascriticas.blogspot.com/2009/03/do-mau-jeito.html sobre a violência doméstica. não há nenhuma mulher a participar. gostaríamos de ouvi-las a falarem.
bjocas

Júlio Mutisse disse...

Xim, aquela lista (de conjecturas a julgar pelo tamanho e pelo PESO -sinto quando dizem querido segura por um instante) é a somar/acrescer à lista da Nyabetse. portanto, tudo da bolsa dela + o que listei +

- verniz
- acetona
- lima
- lápis de escrever (com elas há que diferenciar este objecto que para nós só tem um fim - salvo se houver um m******)
- lápis de sombras (já viram?)
- canetas
- lista de compras de 2003
- lista de compras deste mês
- ficha pré natal de 1998 (minha primeira filha nasceu a 27/03/99);
- ficha pré natal de 2003
- cartão de saúde das meninas (aqueles amarelos)
- ...
- ...

+
- algumas coisas que estão nalista da Yndo.

Cabe tudo lá... se houver mais uma voluntária sou capaz de pensar em mais coisas que possam estar lá.

Xim, obrigado pela resposta à minha pergunta.

Bayano, a Yndo já lá foi e saiu-se bem. Ahhhh, não fui muito indiscreto pois não? Mas perguntar não ofende hehehe.

Mutisse

PS: minha mulher é mais simples que a Yndo e a Nyabetse (tirando o possível exagero com os pratos hehehe)

X!mb!t@nE disse...

Obg pela referencia, Bayano. Logo que possivel, expressarei minha modesta opiniao

X!mb!t@nE disse...

Hehehehee, na paz Mutisse. Acho que preciso reavaliar os meus conceitos de simples. Tenham do, meninas!!!

Nyabetse, Tatinguwaku disse...

Hahaha, voces, mani!

Bayano, o pêssego havia sido fresco, e fora mesmo esquecido.

Bem, ja fiz uma redução da minha bagangem de mão, portanto estou mais simples ainda!


Hehehehe...

Jonathan McCharty disse...

Algumas perguntas:
1) Qual a atitude das mulheres, quando na posse de carteiras, devido ao problema de seguranca?
2) As mulheres (casadas, solteiras, assim-assim, etc) andam com preservativos na pasta? Faco esta pergunta, pq andar com essas "ferramentas" costuma ser muito "suspeito, hehe!