quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Diet e light: são sinónimos?

“Só bebo diet, só como light”. A moda chegou, pegou e instalou-se no seio duma estrita classe que inclui diabéticos, obesos, hipertensos, outros hipers (hiperlipidêmicos, hipercolesterômicos) e consumidores por opção que desejam manter uma boa condição de saúde, manter o peso e uma boa aparência física.

Considerados bonitos, gostosos e "politicamente correctos”, os alimentos na versão diet ou light ganharam corredores inteiros nos supermercados e mais espaço nos armários dos consumidores. E possível encontrar de tudo: massas, chocolate, biscoitos, bolos, pães, refrigerantes, sumos em pó, sobremesas, sopas, pratos prontos congelados e até o cafezinho com baixas calorias tornaram-se itens obrigatórios na dispensa de alguns moçambicanos.

Os consumidores do diet e do light procuram produtos mais saudáveis e inovadores, que sejam seguros e de prática utilização. A prescrição médica, com dietas restritivas, e a preocupação com a estética, faz com que a tendência ao consumo de diet e light cresça a olhos vistos, se olharmos para o numero de prateleiras que tendem a aumentar nos supermercados.

O termo diet e light é muito utilizado nos rótulos dos alimentos, podendo confundir o consumidor no momento de adquirir algum produto. Não basta confiar na classificação carimbada na embalagem. É importante conferir a composição no rótulo, para saber se têm as características necessárias para quem vai consumir. No caso de restrição de sódio, por exemplo, ela precisa estar bem clara. Quando o objectivo é emagrecer, deve ser comparado o valor calórico do produto com similares - light ou não.

No entanto, a grande maioria das pessoas não sabe diferenciar os produtos light dos diet e, ainda, em algum momento, acredita que são sinónimos. O consumidor não está suficientemente esclarecido sobre o significado destes termos e por isso consome-os de forma inadequada. Outro aspecto é que são poucas as pessoas que se preocupam em saber o que cada um desses alimentos apresenta em sua composição e porque são diferentes dos demais.

Mas o que são produtos diet? E light? Eles têm menos calorias que os diet? Depende, seria a resposta. Os produtos diet são alimentos para fins especiais e os produtos light são "alimentos modificados".

Diet caracteriza alimentos que têm formulação especial para atender pessoas que tenham disfunção ou distúrbio físico ou metabólico, como diabéticos ou hipertensos, sem a necessidade de que o produto seja menos calórico. Ele deve ter a total ausência de um determinado ingrediente (normalmente açúcar ou sódio), que será substituído por outro, portanto, produtos indicados para dietas por razões de saúde.

São ainda aqueles produtos que apresentam ausência de um determinado componente, por exemplo: açúcar, sal, glúten, etc. Isso não significa a redução do valor calórico do alimento em questão. Os alimentos diet foram elaborados para atender a pessoas com restrições dietéticas especificas como diabetes, hipertensão, alergias alimentares e não com a finalidade de baixo valor calórico.
Um alimento diet nem sempre apresenta valor calórico reduzido e sim ausência de um componente. Um exemplo prático é o chocolate diet, ele apresenta ausência de açúcar mais é rico em gordura, portanto seu valor calórico é elevado, inadequado para pessoas que estão dispostas a fazerem dietas.

Light são aqueles alimentos que devem ter, no mínimo, 25% menos de algum componente calórico, seja açúcar, gordura, sal, entre outros. São aqueles que apresentam a redução de qualquer um de seus componentes (açúcar, gordura, proteína) tendo como referência o produto do mesmo tipo, e não tem fim especifico como os produtos diet.

Exemplos:
yogurte light - geralmente é elaborado com leite desnatado e sem açúcar, mas pode ser acrescido de mel ou adoçante artificial;
Pão de forma light, vulgo integral - geralmente é elaborado sem adição de açúcar e sem adição de gordura (ou com redução dessa);
Achocolatado light - pode ser elaborado com leite desnatado e sem açúcar, ou com leite desnatado, cacau desnatado e menor teor de açúcar.

Contudo, deve-se reparar nessa redução. Os ingredientes têm alguma função no produto. Para continuar igual, pode ser incorporado outro ingrediente. Por exemplo, alguns queijos e requeijões light têm menos calorias por reduzir gorduras, entretanto, para manter a consistência aumenta-se o sal; portanto, o produto não é indicado para hipertensos.

Outro exemplo, um bolo diet não terá açúcar e poderá ser consumido pelos diabéticos; mas pode ter até um valor calórico igual ou maior do que um bolo "comum", pois o açúcar será substituído por um adoçante artificial e pode haver a adição de algum componente calórico, como gordura, leite, etc. Já uma margarina light deve ter menos calorias e gordura do que uma similar. A confusão é perigosa, principalmente para diabéticos, proibidos de consumir açúcar.

Então, saiba duma vez por todas que Light são aqueles com redução de calorias na sua composição em relação ao alimento original (menos gordura ou açúcar) e Diet são alimentos destinados a dietas com restrição de nutrientes e devem ser exclusivamente empregados para controle de peso, e faça as suas escolhas acertadamente.


6 comentários:

Yndongah disse...

Ohh Ximbi,
E eu que pensei que os produtos diet e light fossem os que não contêm calorias?!Quer dizer que para quem queira emagrecer por exemplo, não basta apenas ver a indicação diet ou light no rótulo, é importante também verificar a quantidade de calorias, que cada produto possui?
Interessantíssimo este post, parabéns!

Avid disse...

Olha que parece simples, mas nunca percebi mto bem a diferença entre light e Diet. Valeu a explicação.
Bjs meus

X!mb!t@nE disse...

Humm, tomem nota!

Khodwane disse...

ola meninas,
interessante vosso blog. achei interessante a vossa discussao/explicacao sobre diet e light. ainda hoje tive uma interessante e acesa discussao com meu colega sobre os "acucares" na dieta. Gabava-se ele de n consumir liquidos que tenham acucares mas come para caramba arroz e muita massa esparguete! podiam escrever algo sobre isto? bjs, Khodwane

Yndongah disse...

Khodwane, obrigada pela visita. Realmente muita gente se engana quanto a forma como se alimenta.

Obrigada pela dica, tentaremos responder a sua questao, mas advertimos que nao somos experts em nenhum assunto.

Maria disse...

Ótimo os esclarecimentos, precisamos mesmo de mais informações!
Em 2006 concientizei-me que precisava reduzir o peso corporal, fazia confusão entre diet e light.Tive sorte de receber orientações e apoio sobre a nutrição celular da herbalife no site www.alovida.com.br Hoje estou com peso normal, disposta e muito feliz, recomendo. Tenho certeza que com as informações sobre diet.light estarei mais segura quando adquiri-los. Parabéns
Maria